Disfunção erétil, o estilo de vida pode fazer a diferença
Disfunção Erétil

Disfunção erétil, o estilo de vida pode fazer a diferença

Adotar um estilo de vida saudável pode fazer a diferença, também no que diz respeito à disfunção erétil. Esta afirmação encontra-se claramente relatada numa reportagem publicada no Journal of Sexual Medicine: seria até mesmo possível, para alguns homens, diz o relatório, livrar-se da disfunção erétil adotando mudanças no seu estilo de vida, como a redução de peso, alimentação saudável, exercícios e descanso. O estudo mostrou que adotar um estilo de vida saudável também é útil nos casos em que é necessário passar por tratamentos com medicação de forma a tratar o transtorno. "Existem muitas mudanças no estilo de vida que são soluções para a disfunção erétil", disse Zachary Mucher, urologista em Sugar Land, Texas, "mas, entre todas, o exercício é o tratamento para a disfunção erétil que pode ter o maior impacto. O exercício funciona em várias frentes para combater o desenvolvimento de DE e ajudar a revertê-la, assim que se torna um problema. ”

A dieta também desempenha o seu papel: foi demonstrado que uma dieta rica em frutas e vegetais, peixes e grãos inteiros pode diminuir o risco de sofrer de disfunção erétil, direta e indiretamente, ajudando a manter o índice de massa corporal sob controlo (o que também desempenha um papel importante, uma vez que homens com uma cintura de 106 centímetros correm 50% mais risco de sofrer de disfunção erétil do que aqueles com uma cintura de 81 centímetros, e a obesidade aumenta o risco de diabetes e doenças vasculares que contribuem para o início da disfunção erétil). Outro estudo, publicado na revista Brain Research, descreve a relação entre os níveis de hormonas sexuais, saúde sexual e sono, mostrando que os níveis de testosterona aumentam com a melhoria da qualidade do sono, uma vez que a secreção hormonal é controlada, entre outras coisas, também pelo ritmo circadiano, e que um sono de qualidade "ajuda" o corpo a perceber qual a melhor altura para produzir hormonas. Por último, existem os tratamentos "naturais": o sumo de red ginseng e de romã têm-se mostrado promissores na mitigação dos problemas de disfunção erétil, já que o primeiro ajuda a aumentar a produção de óxido nítrico (ligado a um melhor fornecimento de sangue) e o segundo é um poderoso antioxidante que pode prevenir a aterosclerose. Em qualquer dos casos, é bom realçar que antes de tomar qualquer suplemento é aconselhável consultar o seu médico, para evitar a possibilidade de complicações indesejáveis.

HFTHQ 21-06
Referências bibliográficas

Talvez também lhe interesse