O que fazer
Disfunção Erétil

O que fazer

A disfunção erétil é um transtorno andrológico extremamente comum. Centenas de milhões de pessoas em todo o mundo são afetadas por ela, três milhões só em Itália. O pior de tudo é o facto de muito poucos homens estarem dispostos a falar sobre o tema com a sua parceira ou médico. Contudo, a melhor forma de combater a disfunção erétil começa exatamente por aí, por abandonar os tabus e as reticências e ter uma conversa franca com um especialista. A avaliação é indispensável para perceber se o transtorno tem uma natureza psicológica ou fisiológica e, em seguida, direcionar o doente para o tratamento mais adequado.

Mas antes até de chegar ao ponto de necessitar de ajuda clínica, é importante, se possível, tentar prevenir o surgimento do transtorno. Os especialistas recomendam a adoção de um estilo de vida saudável, começando por controlar o peso corporal já que a testosterona, a hormona masculina, tem tendência a ser captada pelos adipócitos; assim, nas pessoas com excesso de peso, a testosterona tende a acumular-se no tecido adiposo em vez de circular na corrente sanguínea. Uma vez mais, é importante evitar o tabaco e praticar muita atividade física para manter a saúde do sistema cardiovascular, bem como evitar o consumo de álcool e de estupefacientes que podem ter efeitos físicos e psicológicos nocivos. Para além de garantir um bom estado geral de saúde, seguir estas regras do senso comum ajudará a melhorar a vida sexual.

Dito isto, importa reiterar que a cura da disfunção erétil é agora possível. No entanto, é fundamental superar os sentimentos de embaraço, medo e vergonha e falar com o parceiro ou com o médico, mais especificamente, com um urologista ou andrologista.

Referências bibliográficas
Chintan, K.P., Advances in the treatment of erectile dysfunction: what’s new and upcoming?, F1000 Research
Steers, W.D., Pharmacologic Treatment of Erectile Dysfunction, Reviews in Urology Jackson, J., Treatment of erectile dysfunction in patients with cardiovascular disease: guide to drug selection., Drugs
Shridharani, A.N., Brant, W.O., The treatment of erectile dysfunction in patients with neurogenic disease, Translational Andrology and Urology

PANORÂMICA GERAL

Talvez também lhe interesse

Não tem ereção matinal? Isso é um sintoma de disfunção erétil?
Notícias
Disfunção Erétil

Não tem ereção matinal? Isso é um sintoma de disfunção erétil?

Em termos  científicos, isto designa-se tumescência noturna do pénis, mas é mais popularmente conhecida como “ereção matinal". É a ereção espontânea que acontece durante o sono ou ao acordar, tanto em adultos como em bebés. Não está relacionada com estimulação sexual mas sim com a fase REM do sono.

Mantenha as gengivas sob controlo
Notícias
Vamos falar sobre sexo

Mantenha as gengivas sob controlo

A periodontite é uma inflamação crónica dos tecidos à volta dos dentes e é a principal causa da mobilidade dentária e da perda dentária nos adultos. Esta é uma doença provocada por infeções bacterianas recorrentes que podem infetar outras partes do organismo.

Os comprimidos do amor invadem a Internet. No entanto, a maioria são falsos.
Notícias
Vamos falar sobre sexo

Os comprimidos do amor invadem a Internet. No entanto, a maioria são falsos.

São muitas vezes disponibilizados em canais não oficiais da Internet. Atraem sobretudo homens. São quase sempre contrafeitos. São os denominados "comprimidos do amor", ou produtos alegadamente médicos utilizados para tratar distúrbios sexuais, sobretudo a disfunção erétil e a ejaculação precoce