É muito difícil terminar uma relação na era do Facebook e do Instagram
Vamos falar sobre sexo

É muito difícil terminar uma relação na era do Facebook e do Instagram

Pega no seu telefone. Abre o Facebook ou o Instagram. E começa a percorrer o seu feed. Há uma notificação nova: o seu/a sua "ex" está "numa relação". Ou talvez o algoritmo da rede social tenha decidido mostrar-lhe fotos que lhe recordam aquelas férias que passaram juntos. Ou, melhor ainda, recebe uma sugestão de novo amigo que é a mãe do novo parceiro do seu/da sua "ex". Todos sabemos como é fácil estas coisas acontecerem. Estas situações podem facilmente tornar uma separação ainda mais dolorosa, comparativamente ao que era antes das redes sociais.

Tal foi realçado num novo estudo, realizado por peritos da Universidade do Colorado em Boulder, publicado no Proceeding of the ACM on Human-Computer Interaction. Para testar esta hipótese, um grupo de cientistas entrevistou voluntários que haviam tido encontros desagradáveis com os respetivos "ex" nos últimos 18 meses. A tendência que emergiu é "perturbadora". Mesmo quando tomamos todas as medidas possíveis para eliminar um "ex" da nossa vida online, as redes sociais continuam a mencioná-lo, por vezes várias vezes por dia. “Parece que é suficiente eliminar um "ex" e os seus amigos,” afirmou Anthony Pinter, um dos autores do estudo, “mas o nosso trabalho mostrou que não é esse o caso. Não é suficiente.” O chamado “problema da insensibilidade do algoritmo,” que já foi identificado pelo projeto de investigação da NAtional SCience Foundation, Humanizing Algorithms.

Os autores deste estudo sugerem que os programadores deveriam prestar atenção à “periferia social”, ou seja, às ligações “indiretas” entre dois utilizadores (amigos em comum, fotos de grupo, eventos) e implementar as medidas de mitigação adequadas. Enquanto isso não acontece, Pinter diz que a melhor opção é a mais drástica. "Faça uma pausa nas redes sociais. Saia das redes sociais pelo menos o tempo suficiente para a dor da separação passar."

HFTHQ 20-02

Talvez também lhe interesse