Alternativas ao sexo tradicional
Vamos falar sobre sexo

Alternativas ao sexo tradicional

Quando se trata de sexo, as pessoas tendem a pensar em relações sexuais com penetração . É fácil cair na armadilha de pensar que sexo significa um tipo de ação: preliminares, penetração e orgasmo. Mas há muitas formas de desfrutar de prazer sexual. Muita gente tem desejos e necessidades que vão para além das ideias tradicionais de relações sexuais com penetração. Alguns casais sentem-se presos a reportórios sexuais rígidos e barreiras à intimidade. Além disso, existem muitas circunstâncias em que as relações sexuais com penetração não são viáveis para parceiros sexuais.

Nesses casos está na altura de mudar o foco para o sexo  sem penetração, um termo que abrange tudo exceto a penetração e está  prestes a tornar a vida sexual muito melhor. O sexo sem penetração é, sem dúvida, uma forma mais inclusiva de abordar o sexo, relacionado com uma série de técnicas destinadas a melhorar a experiência sexual , em que ambos os parceiros têm maiores probabilidades de atingir o orgasmo.

As atividades de sexo sem penetração incluem beijos apaixonados, namoriscar e seduzir, conversas eróticas, tomar banho/duche juntos, explorar o corpo um do outro tocando e esfregando, masturbação mútua, jogos sensoriais, brincadeiras próximas das zonas erógenas, sexo oral, massagem erótica e dar asas à criatividade. Este tipo de prática força os parceiros sexuais a manterem-se focados no momento e a determinar o que funciona melhor para cada um deles. O relaxamento e demorar o seu tempo são fatores chave. Melhorar a comunicação sexual, partilhar preferências sexuais, planear encontros sexuais e focar-se no prazer, em vez de desempenho são as estratégias para criar mais intimidade e apimentar a relação. O mais importante é sentir-se à vontade e gostar do que está a fazer.

Mesmo assim, questiona-se porque vale a pena considerar o sexo sem pentração quando as pessoas podem ter relações sexuais? Existem muitas situações em que o sexo sem penetração pode ser uma ótima opção.

Todos o podem praticar, independentemente do género, orientação sexual ou se já teve relações sexuais antes ou não. Alguns gostariam de compreender melhor o seu próprio corpo; para praticar e aprender a pedir aquilo que querem; para saber mais sobre aquilo de que o respetivo parceiro gosta e não gosta. Alguns gostariam de aprender a tirar o melhor partido dos seus preliminares, que antecedem a penetração ou apenas misturar as coisas e experimentar algo sexual diferente da relação sexual com penetração.

Um parceiro pode não querer ser penetrado ou não querer penetrar por não se sentir pronto a isso, por ter dores decorrentes de uma doença, um traumatismo ou transtorno dismórfico corporal.  Alguns optam pelo sexo sem penetração como uma alternativa de sexo segura e evitam todas as atividades que possam originar uma gravidez ou transmitir doenças sexualmente transmissíveis. Não esquecer: várias condições médicas e anatómicas podem fazer com que a vagina não exista, esteja parcial ou totalmente fechada ou demasiado dorida para permitir a penetração. De igual modo, nos homens, pode verificar-se perda parcial ou total do pénis, este pode ser inapto para a penetração ou ser demasiado doloroso quando ereto ou durante a penetração.

Independentemente das razões para o praticar, o sexo sem penetração é uma forma divertida de experimentar coisas novas, de se focar em prazeres variados e de explorar o que a sensualidade realmente significa para casa um.

ESSM
Content written by ESSM View all ESSM contents
Referências bibliográficas
Michael Dawn, The ultimate intimacy guide for passionate people, Pillow Book Media, 2017.

Talvez também lhe interesse

ESSM:
Notícias
Vamos falar sobre sexo

ESSM: "A informação de elevada qualidade sobre temas relacionados com a saúde sexual é uma prioridade fundamental"

A Sociedade Europeia de Medicina Sexual (European Society for Sexual Medicine - ESSM) é uma organização pan-europeia multidisciplinar centrada na saúde sexual.

Não se acanhe, a terapia de casais pode salvar o seu relacionamento
Notícias
Vamos falar sobre sexo

Não se acanhe, a terapia de casais pode salvar o seu relacionamento

O sexo, o romance e os relacionamentos são indissociáveis e fazem parte da nossa saúde. Uma vida sexual saudável é uma parte integrante dos nossos relacionamentos amorosos e, apesar de o sexo não ser o componente mais importante, os problemas com ele relacionados continuam a ser uma das principais causas de infelicidade nos relacionamentos ou do seu insucesso.

Transplante peniano: finalmente, uma opção viável
Notícias
Vamos falar sobre sexo

Transplante peniano: finalmente, uma opção viável

Uma equipa de urologia da Cidade do Cabo, na África do Sul, publicou recentemente na prestigiada revista The Lancet um relatório de caso de alotransplante peniano num caso de amputação do pénis com um acompanhamento de 24 meses.